A DEMOCRACIA MORRE NA ESCURIDÃO

Vereadores entram na justiça contra o presidente da Câmara Negão do Isau

Compartilhar:

Quatro vereadores entraram com um pedido de tutela de urgência na justiça, requerendo o impedimento do vereador presidente Negão do Isau (União), na próxima sessão, e que o pedido de cassação do mandato do prefeito afastado Isau Fonseca seja lido pelo vice-presidente, Marcelo Lemos (PSD).

Os vereadores que entraram com a ação foram o Brunno Carvalho (Solidariedade), Juscelia Dallapicola (PSDB), Rosana Pereira (Novo) e Edisio Barroso (Solidariedade).

Na semana passada, o presidente da Câmara Municipal, Negão do Isau, havia enviado o pedido de cassação do mandato de seu pai à Procuradoria da Câmara. O ato foi visto como uma manobra pelos vereadores, pois não se encontra previsto no regimento interno da casa. 

De acordo com o regimento, em seu artigo 165, diz que recebida a denúncia, a mesma será lida e consultada no plenário sobre o seu recebimento. Contudo, não foi o que ocorreu. A denuncia chegou a ser lida e foi encaminhada pelo Negão do Isau ao Procurador da Câmara para emissão de parecer.

O advogado dos vereadores, João Bosco Fagundes Junior, alegou na ação que “em nenhuma das hipóteses há previsão para envio do REQUERIMENTO 001/2023 para Procuradoria da Câmara para parecer sobre o assunto, caracterizando somente a famigerada manobra política em proveito próprio ou de seu PAI praticada pelo IMPETRADO [Negão]”.

Fagundes Junior afirmou ainda que tal prática configura advocacia administrativa. “A corriqueira prática do crime de advocacia administrativa estatuído no art. 321 do CP, pelo IMPETRADO (Presidente da Câmara), para protelar o regular andamento do procedimento de cassação do Prefeito ISAÚ FONSECA vai de encontro com a norma estabelecida no Regimento Interno e Lei Federal supracitados, restando evidente a arbitrariedade praticada”, disse o advogado.

Por fim, a defesa dos vereadores pediu o afastamento do presidente da Câmara, Negão do Isau, de todas as sessões ordinárias que tratar do processo de cassação, passando o cargo para o vice-presidente, Marcelo Lemos, bem como determinar a leitura do pedido de cassação do prefeito afastado Isau Fonseca e seu devido processamento. 

A ação foi impetrada pelos vereadores na manhã desta segunda-feira (16). Por se tratar de uma Tutela de Urgência, a decisão do juiz pode sair a qualquer momento.

Ação

0 0 votes
Classificação da Notícia
Assinar
Notificar quando>
guest
1 Comentário
Mais antigo
Recentes Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Cristian Venturini
Cristian Venturini
8 meses atrás

Parabéns aos vereadores principalmente para vereadora Juscelia que trabalha para povo de ji Paraná com muita determinação e sem querer agrada a lado nenhum, porque o lado que ela defende e o do povo

NOTÍCIAS RELACIONADAS...

1
0
Que tal fazer um comentário sobre essa Notícia!x